Codex Sinaiticus: mais de 100 milhões de visitas

Mais de 100 milhões de visitas em uma semana…

Manuscrito bíblico recebe milhões de visitas na internet

Em uma semana, desde que foi inserido na rede mundial de computadores, no dia 6 de julho, o manuscrito de parte da Bíblia conhecido como Codex Sinaiticus recebeu mais de 100 milhões de visitas, informou a Biblioteca da Universidade de Leipzig, na Alemanha.

A digitalização do Codex Sinaiticus teve início em 2005. O texto, escrito em grego, aparece em quatro colunas. Em 1844, o teólogo alemão Constantin von Tischendorf trouxe do Mosteiro de Santa Catarina, no Egito, 43 das 129 folhas do Codex em pergaminho, de 33,5 por 37,5 centímetros, que ele encontrou em cesta de lixo do centro religioso e que foram guardadas na Biblioteca da Universidade de Leipzig.

Fonte: ALC – Leipzig: 14/07/2009

O Codex Sinaiticus está em 4 lugares: 347 folhas na Biblioteca Britânica (199 do Antigo Testamento e 148 do Novo Testamento), em Londres; 12 folhas e 14 fragmentos no Mosteiro de Santa Catarina, no Monte Sinai; 43 folhas na Biblioteca da Universidade de Leipzig e fragmentos de algumas folhas na Biblioteca Nacional Russa em São Petersburgo.

O Codex Sinaiticus data da metade do século IV, é originário do Egito ou da Palestina e contém parte do Antigo Testamento grego (LXX) e todo o Novo Testamento. É considerado, ao lado do Codex Vaticano, como um dos melhores textos do Novo Testamento.

O manuscrito pode ser acessado aqui. Para saber mais sobre os manuscritos do Novo Testamento, confira aqui.