WorldCat: busca de livros, artigos, documentos… em bibliotecas

WorldCat é um grande banco de dados de livros, artigos, documentos, CDs de música, vídeos etc que podem ser encontrados em bibliotecas da maior parte do mundo. Você procura por autor, título ou assunto e as informações sobre onde encontrar o material são rapidamente disponibilizadas. O resultado das buscas pode ser visto em inglês, francês, neerlandês, alemão ou espanhol.

Tente buscar por Johan Konings, Carlos Mesters, Cássio Murilo Dias da Silva, Israel Finkelstein, Mario Liverani, Niels Peter Lemche ou outro autor de sua preferência… Dos brasileiros não tem muito, muitos textos importantes não estão indexados, mas alguma coisa será encontrada… Por exemplo: de Carlos Mesters encontrei 204 ocorrências em 6 línguas, mas Mesters está muito acima da média em termos de publicações bíblicas. Procure por Airton José da Silva…

WorldCat: a database of information about the things libraries own that is constantly updated by information professionals: books, documents and photos of local or historic significance, abstracts and full-text articles, music CDs, videos, downloadable audiobooks… The resources are available in many languages.

Israel ataca o maior campo de refugiados palestinos no Líbano

Folha Online: 09/08/2006 – 08h36

Israel ataca campo de refugiados; Hizbollah lança cem foguetes

Aviões de Israel bombardearam na madrugada desta quarta-feira a região de Sidon, onde fica Ein Helue, o maior campo de refugiados palestinos localizado no Líbano. Uma pessoa morreu e ao menos oito ficaram feridas. Nesta quarta-feira, o grupo terrorista Hizbollah lançou cerca de cem foguetes contra o norte de Israel, sem deixar vítimas. Esta é a primeira vez que Israel ataca um campo de refugiados controlado pela ONU (Organização das Nações Unidas) em território libanês, desde o início do conflito, há quase um mês. Cerca de 350 mil palestinos vivem em campos de refugiados em todo o Líbano (cont.)

O que pensam os norte-americanos sobre a ofensiva israelense no Líbano

Folha Online: 08/08/2006 – 16h52

Pesquisa mostra EUA divididos sobre conflito no Oriente Médio

da France Presse, em Washington

O público americano, tradicionalmente pró-Israel, está dividido em relação ao conflito do Estado israelense com o grupo terrorista libanês Hizbollah, informou uma pesquisa realizada por uma emissora de TV e um jornal. Cerca de 46% dos entrevistados culparam igualmente Israel e o Hizbollah pelo conflito, enquanto que 39% culpam apenas o movimento xiita, revelou a pesquisa, publicada nesta segunda-feira, pela rede ABC e pelo “Washington Post” (…) A pesquisa também revelou que a opinião americana está dividida quase em partes iguais sobre se é justificada ou não a ofensiva israelense contra objetivos libaneses. Cerca de 47% disseram que o bombardeio israelense é justificado, enquanto que 48% pensam o contrário. Sobre o cessar-fogo imediato, cerca de 55% dos entrevistados disseram que Israel deveria parar seus ataques apenas se o Hizbollah depuser as armas primeiro, enquanto que 35% opinaram que Israel deveria aceitar um cessar-fogo imediato e incondicional. A respeito da estratégia militar israelense, que foi muito criticada por causa do alto número de civis entre as vítimas, 35% dos entrevistados afirmaram que Israel está usando a força necessária, 32% asseguraram que está usando muita força e 22% opinaram que não emprega força suficiente no conflito. Apesar disso, 54% dos entrevistados disseram que Israel deveria se esforçar mais para evitar vítimas civis em seus ataques (cont.)


Leia Mais:
Guerra deixa israelenses pobres desamparados
Litoral do Líbano pode levar 10 anos para se recuperar
Para ONU, condições em Gaza são miseráveis