Viver é muito perigoso, diz Riobaldo. O senhor não concorda?

Folha Online: 27/02/2006 – 13h37

Alemanha desmente participação na invasão do Iraque


da Efe, em Berlim

O governo alemão desmentiu nesta segunda-feira informações publicadas pelo jornal americano “The New York Times”, segundo as quais os serviços secretos germânicos colaboraram com os Estados Unidos na invasão do Iraque em 2003. O porta-voz do governo alemão, Hans-Ulrich Wilhelm, disse que “não são certas” as informações do diário, que informa que os dois agentes alemães em Bagdá forneceram aos EUA o plano de Saddam Hussein para a defesa da capital iraquiana. O “New York Times” baseia suas informações num relatório secreto do Pentágono, que também diz que o Egito (cont.)


Riobaldo tem razão: a gente vive é caminhando de costas! Então a Alemanha não se opunha bravamente à invasão do Iraque?


The New York Times: February 27, 2006

German Intelligence Gave U.S. Iraqi Defense Plan, Report Says

By Michael R. Gordon

Two German intelligence agents in Baghdad obtained a copy of Saddam Hussein’s plan to defend the Iraqi capital, which a German official passed on to American commanders a month before the invasion, according to a classified study by the United States military (cont.)

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário