Fundamentalismo e fanatismo podem matar

Atualizado em

Mulher obriga família a jejuar e morre

Cristã fervorosa, a missionária Cláudia Simião da Silva, 35, levou sua fé ao extremo ao jejuar por cerca de um mês – esperando um “enviado divino” – e obrigar duas sobrinhas, a irmã e a sogra a acompanharem o retiro. Ela foi encontrada morta, segundo a polícia, por inanição dentro da própria casa, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense (RJ). As cinco pessoas ficaram confinadas por quase dois meses em casa. As irmãs Adrielle, 9, e Grazielle Souza Santos Simião, 11, foram internadas na sexta-feira apresentando quadro de desnutrição e de confusão mental e devem ficar hospitalizadas por quase um mês. Na mesma situação estão Cátia Simião da Silva (irmã), 31, e Lúcia Maria Simião da Silva (sogra). Cláudia teria obrigado a família a permanecer dentro de casa. Em depoimento à polícia, o pai das duas garotas, o desenhista técnico Uendes Simião da Silva, 33, afirmou que Grazielle lhe contou que “Cláudia havia dito que o jejum duraria até que recebessem uma resposta de Deus no sentido de enviar uma pessoa que os tirassem daquela vida e os levassem para uma casa na zona sul [área nobre do Rio de Janeiro]”. Não se sabe a qual denominação religiosa Cláudia pertencia. Ela freqüentava a Igreja Batista de um bairro próximo, mas havia abandonado os cultos cerca de dez anos atrás. Depois disso, viajou para Argentina, Uruguai e Angola. Segundo Uendes, ela era formada em teologia e cursava direito (…) Durante todo o tempo, as crianças tiveram “cursos bíblicos”, [sublinhado meu] segundo a conselheira tutelar Elaine Galvão, que ouviu Grazielle no Hospital Estadual Carlos Chagas.


Leia o texto completo.

Fonte: Folha Online: 15/11/2007 – 09h50. Por Ítalo Nogueira, da Folha de S. Paulo

A notícia, se correta, faz pensar:
. Formada em Teologia? Que teologia seria essa?
. Cursos bíblicos? Que tipo de cursos? Que leitura da Bíblia seria essa?
. Esta é uma temática da área bíblica ou da área psiquiátrica?

Print Friendly, PDF & Email

3 comentários em “Fundamentalismo e fanatismo podem matar”

  1. Em relação ao curso de teologia, suspeito que seja um desses muitos cursos de teologia que proliferam no Brazil ligados à igrejas e que na realidade representam mais um endoutrinamento numa demonologia paranóica e na teologia da prosperidade.
    Creio que isso ilustre como a má teologia tenha consequências psiquiátricas.

  2. Esta é também a minha hipótese. Pelo menos até que se possa conhecer, se isso um dia for possível, os bastidores de tamanho desatino. As pessoas e/ou instituições que provocam isso, explorando fragilidades do psiquismo humano – geralmente para obter altos e fraudulentos ganhos – não deveriam ser criminalmente responsabilizadas?

Os comentários estão encerrado.