A eleição de Obama

Links para todos os posts sobre o tema do blog O biscoito fino e a massa, a Portuguese-language weblog on literature, music, soccer, politics, and cultural criticism.

De Idelber Avelar, Professor do Departamento de Espanhol e Português, Tulane University, New Orleans, LA.

Resenhas na RBL: 08.11.2008

As seguintes resenhas foram recentemente publicadas pela Review of Biblical Literature:

Kevin L. Anderson
‘But God Raised Him from the Dead’: The Theology of Jesus’ Resurrection in Luke-Acts
Reviewed by Ron Clark

Paul Barnett
Paul: Missionary of Jesus
Reviewed by Don Garlington

David A. Brondos
Fortress Introduction to Salvation and the Cross
Reviewed by Ron Clark

Donald Capps
Jesus the Village Psychiatrist
Reviewed by Pieter F. Craffert

Robert R. Ellis
Learning to Read Biblical Hebrew: An Introductory Grammar
Reviewed by Max Rogland

Alec Gilmore
A Concise Dictionary of Bible Origins and Interpretation
Reviewed by Jan G. van der Watt

H. Klinkott, S. Kubisch, and R. Müller-Wollermann, eds.
Geschenke und Steuern, Zölle und Tribute: Antike Abgabenformen in Anspruch und Wirklichkeit
Reviewed by Mark W. Hamilton

Thomas L. Leclerc
Introduction to the Prophets: Their Stories, Sayings, and Scrolls
Reviewed by Bo H. Lim

Andrew T. Lincoln and Angus Paddison, eds.
Christology and Scripture: Interdisciplinary Perspectives
Reviewed by Mark Elliott

Theo A. W. van der Louw
Transformations in the Septuagint: Towards an Interaction of Septuagint Studies and Translation Studies
Reviewed by Francis Dalrymple-Hamilton

Grant Macaskill
Revealed Wisdom and Inaugurated Eschatology in Ancient Judaism and Early Christianity
Reviewed by Brian Han Gregg

Frank J. Matera
New Testament Theology: Exploring Diversity and Unity
Reviewed by Udo Schnelle

Sarianna Metso
The Serekh Texts
Reviewed by Ian Werrett

Ela Nutu
Incarnate Word, Inscribed Flesh: John’s Prologue and the Postmodern
Reviewed by Larry D. George

Alexander Samely
Forms of Rabbinic Literature and Thought: An Introduction
Reviewed by Joshua Schwartz

Klyne R. Snodgrass
Stories with Intent: A Comprehensive Guide to the Parables of Jesus
Reviewed by Ernest van Eck

David E. S. Stein, ed.
The Contemporary Torah: A Gender-Sensitive Adaptation of the JPS Translation
Reviewed by Linda S. Schearing

Marvin A. Sweeney
I and II Kings: A Commentary
Reviewed by Ernst Axel Knauf

John S. Vassar
Recalling a Story Once Told: An Intertextual Reading of the Psalter and the Pentateuch
Reviewed by Philippus J. Botha

Claus Wilcke, ed.
Das geistige Erfassen der Welt im Alten Orient: Sprache, Religion, Kultur und Gesellschaft
Reviewed by David Weisberg

Gary Yamasaki
Watching a Biblical Narrative: Point of View in Biblical Exegesis
Reviewed by David R. Bauer
Reviewed by Helmut Utzschneider

Falas de Moltmann no Brasil

:: Moltmann é doutor honoris causa pela UMESP
A Universidade Metodista de São Paulo (UMESP) concedeu o título de Doutor Honoris Causa ao teólogo reformado alemão Jürgen Moltmann. A cerimônia foi presidida pelo reitor, Marcio de Moraes, e ocorreu no Salão Nobre, ontem à noite.

Fonte: ALC – Agência Latino-Americana e Caribenha de Comunicação: 31 de outubro de 2008

:: Teólogo reformado critica fundamentalistas
O teólogo reformado alemão Jürgen Moltmann criticou os fundamentalistas que dizem testemunhar o evangelho, mas não se comprometem com a vida. A afirmação foi feita em entrevista concedida na Faculdade de Teologia da Igreja Metodista, em São Bernardo do Campo, região metropolitana da capital paulista, onde se realiza a Semana de Estudos da Religião.

Fonte: ALC – Agência Latino-Americana e Caribenha de Comunicação: 30 de outubro de 2008.

:: Por uma antropologia e uma cristologia cósmicas
Para o renomado teólogo alemão Jürgen Moltmann, a teologia cristã precisa partir de uma cultura da vida e resistir ao barbarismo da matança. Para ele, “o mais importante resultado da neurobiologia moderna é a libertação da biogenética do feitiço ideológico do darwinismo social. A noção de luta pela existência e do direito do mais forte está biologicamente errada”. O teólogo acredita que o mero “prolongamento da vida” não é objetivo relevante em termos humanos. “O que importa é a humanidade da vida vivida”, diz ele.

:: Moltmann, o maior teólogo cristão vivo. Entrevista especial com Josias da Costa Junior
Quem participou do encontro com Moltmann e pôde conversar com ele [em sua recente viagem ao Brasil], entre outros, foi o teólogo e professor Josias da Costa Junior, do Centro Universitário Metodista Bennett, Rio de Janeiro. Especialista em Moltmann, Josias concedeu a entrevista que segue à IHU On-Line, por e-mail. Segundo ele, “a guerra e o pós-guerra, para Moltmann, foram oportunidades de se colocar seriamente a questão sobre Deus, que até então não o tocava. Nos campos de prisioneiros, experimentou o colapso de suas certezas, e a partir desse colapso encontrou uma nova esperança na fé cristã”, afirma Josias. Ele lembra que, para Moltmann, a pergunta era: “Como não falar de Deus depois de Auschwitz? Naquele contexto, ele conheceu Jesus abandonado e clamando por Deus, e percebeu que seria entendido por ele. Um Deus que conhece o sofrimento pode entender quem sofre”. E conclui enfatizando que “o pensamento teológico de Jürgen Moltmann é importante, entre outros motivos, por causa da abrangência temática (política, ecológica, étnica, gênero, ética etc.), por ser uma teologia que tem preocupação com a vida integral (humana e não humana) e principalmente por fazer teologia não apenas com a razão, mas também com o coração, com a alma”.

Ivo Storniolo: 1944-2008

Só fiquei sabendo hoje, com mais de um mês de atraso: Ivo Storniolo, biblista, meu colega em Roma na década de 70, faleceu no dia 18 de setembro de 2008.

Ivo Storniolo nasceu em Ibitinga, SP, em 1944. Era Mestre em Sagrada Escritura pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma.

Foi coordenador da tradução, revisor exegético e um dos tradutores de A Bíblia de Jerusalém em língua portuguesa e era membro da equipe dos tradutores-redatores da Bíblia Sagrada – Edição Pastoral.

Foi professor de Bíblia na Faculdade de Teologia N. S. da Assunção, no ITESP e na FTCR da PUC-Campinas.

Por vários anos redigiu os Roteiros Homiléticos da Revista Vida Pastoral, na qual colaborou como membro da Equipe de Redação durante décadas.

Publicou pela Paulus, entre outros, vários volumes da coleção Como ler a Bíblia. Foi também coordenador da coleção Amor e Psique, publicada pela mesma editora.

Leia mais sobre Ivo Storniolo aqui.

Quem clica seus males multiplica

Hoje, dispondo de mais tempo, dediquei-me mais demoradamente à leitura dos comentários às listagens elaboradas pelo misterioso N.T. Wrong.

Mais hilários são os comentários do que os inevitáveis equívocos classificatórios. Não perca. Vá lá e veja por si mesmo. Mas vá sem pressa. São muitos. Mesmo!

Só tenha cuidado, como alerta o sábio ditado da era da Internet: Quem clica seus males multiplica…

Biblioblogueiro de novembro 2008: Roland Boer

Jim West, em Biblioblogs.com, entrevista Roland Boer, do biblioblog Stalin’s Moustache, escolhido como o biblioblogueiro do mês de novembro de 2008.

Roland Boer é biblista e pesquisador australiano. Seu Ph.D. é na área de Bíblia Hebraica e foi obtido na McGill University, Montreal, Canadá, em 1993.

O mundo dos biblioblogs na opinião de N. T. Wrong

N.T. Wrong, em seu biblioblog homônimo [Obs.: blog apagado], traz duas listas interessantes de biblioblogs:

  • A primeira com uma centena e meia (e aumentando sempre…) de biblioblogs em atividade: veja Biblioblogs
  • A segunda traz os 50 biblioblogs mais acessados no mês de outubro: veja Biblioblog Top 50 – October 2008

A primeira lista tenta classificar os biblioblogs ativos atualmente em duas categorias: conteúdo abordado (geral, tradução e linguística, judaísmo antigo e ANE, origens do cristianismo etc) e posicionamento bíblico (observa o autor: não é posicionamento político, mas bíblico!) em uma escala que compreende:
. Muito conservador – Very conservative: You probably hold to the doctrine of inerrancy, or some version close to it. You can name a number of heresies offhand…
. Razoavelmente conservador – Fairly conservative: The Bible is ‘The Word of God’ in some sense. You have spent time wondering whether ‘emergent’ or ‘emerging’ better describes yourself…
. Liberal conservador – Conservative liberal: You really like the Jesus Seminar, and believe that what Jesus was really on about was people loving each other rather than condemning people. You have books by…
. Liberal – Liberal: You esteem the Bible for the work it is. You spend a lot of time working out ways to read the Bible which can liberate it for different readers. You have a book…
. Muito liberal – Very Liberal: You approach biblical books like any other books, taking the good stuff with the bad shit. You often stop and wonder why you bother with a field riddled with so many apologists…

Observatório Bíblico foi classificado como voltado para temas do mundo judaico antigo (eu diria: Bíblia Hebraica e Antigo Oriente Médio) e considerado como liberal. Acho que está bem perto da realidade. Porém, fazer uma lista deste tipo sempre envolve uma insuperável dificuldade quanto aos critérios usados e acaba gerando elogios e protestos dos biblioblogueiros, como é natural em toda classificação que envolve julgamento. Mas me impressiona, no mundo dos biblioblogueiros, a predominância assustadora dos muito conservadores (Very conservative) e dos conservadores moderados (Fairly conservative)… Para meu desgosto! Aliás, em 3 de maio de 2007 publiquei algo sobre o crescimento do conservadorismo político-religioso na Internet. Não é sobre os biblioblogs, mas é interessante ver como proliferam os GodTube, Conservapedia, Creationwiki…

A segunda lista traz os 50 biblioblogs mais frequentados no mês de outubro de 2008. Também aqui há dificuldades, porque certamente a classificação foi feita a partir dos contadores de visitas (counters), colocados nos biblioblogs e estes nem sempre refletem a realidade. Dou um exemplo: certamente o número de visitantes do biblioblog de Jim West é superior ao meu – tem que ser, é óbvio – mas o contador de visitas dele está medindo apenas o seu blog, enquanto o meu está medindo também a frequência da Ayrton’s Biblical Page, à qual o blog está associado. Explico: a Ayrton’s Biblical Page + o Observatório Bíblico têm uma frequência em torno de 60 mil visitantes únicos por mês, o que leva a cerca de 700 e tantos mil visitantes únicos por ano, enquanto o Observatório Bíblico sozinho tem apenas cerca de 1800 visitantes únicos por mês. De qualquer modo, como foi feito, em outubro de 2008 fiquei em quinto lugar entre os cinquenta mais visitados (embora isto não seja real!). Por isso não tenho do que reclamar!