Livro de Liverani traduzido para o inglês

Saiu a versão inglesa do notável livro de Mario Liverani sobre a História de Israel, Oltre la Bibbia. Storia Antica di Israele, Roma-Bari, Laterza, 2003 [2005 – 4a. ed.]. Confira Israel’s History and the History of Israel, London, Equinox Publishing, 2005.

Na página da editora se lê:

One of Italy’s foremost experts on antiquity addresses a new issue surrounding the birth of Israel and its historic reality. Many a tale has been told of ancient Israel, but all tales are alike in their quotation of the biblical story in its narrative scheme, despite its historic unreliability. This book completely rewrites the history of Israel through the evaluation of textual and literary critiques as well as archaeological and epigraphic findings. Conceived along the lines of modern historical methodology, it traces the textual material to the times of its creation, reconstructs the temporal evolution of political and religious ideologies, and firmly inserts the history of Israel into its ancient-oriental context.

Bibliografia Bíblica Latino-Americana

A Bibliografia Bíblica Latino-Americana

Um projeto a serviço da interpretação bíblica

Iniciada em 1988 pelo Prof. Milton Schwantes (in memoriam), como parte do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião da Universidade Metodista de São Paulo, a Bibliografia Bíblica Latino-Americana é um projeto que está ligado à área de Literatura e Religião no Mundo Bíblico. Tem como objetivo incentivar a pesquisa bíblica, facilitando o acesso ao material produzido na América Latina e no Caribe.

A Bibliografia Bíblica Latino-Americana surgiu em tempos que a Bíblia estava sendo descoberta, em meio às comunidades cristãs da América Latina e do Caribe, como fonte inspiradora de um novo jeito de ser igreja, como novo modo de formular religião à luz das experiências cotidianas e políticas.

Como bem nos ensinava o Prof. Milton Schwantes, “a Bíblia é de todos” e, embora não seja um livro novo, o uso que dela se faz é sempre inovador. Basta olhar para a grande quantia de edições da Bíblia e para o significativo número de novas traduções e já se percebe quão relevante a Escritura vem se tornando no cristianismo latino-americano e caribenho. Além disso, torna-se cada vez mais crescente a interpretação destes textos sagrados em que o nosso contexto ganha espaço e relevância interpretativa. Começa-se a conectar, com destaque, o sentido de seus textos às experiências da vida latino-americana. E, visando registrar na história este e outros fenômenos religiosos, relacionados à Bíblia, é que foi idealizada a Bibliografia Bíblica Latino-Americana.

Após um período de invernia, o projeto foi retomado em 2013 e é hoje coordenado pelo Prof. José Ademar Kaefer, que ocupa a cadeira do Prof. Milton Schwantes. O trabalho, contudo, é realizado em equipe com os alunos e as alunas de Bíblia do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião (UMESP) e da Faculdade de Teologia (FaTeo). É um trabalho feito em mutirão, no pleno sentido da palavra.

O projeto publicou 8 volumes, que reúnem as publicações bíblicas referentes a 1988 até 1995. Estas publicações também estão alocadas na internet e podem ser facilmente encontradas em nosso acervo bibliográfico. Os dados referentes aos anos de 1996 até 2012 só podem ser encontrados no presente site. As publicações de 2013 em diante estão em vias de catalogação, mas boa parte você também já pode acessar aqui.

Um exemplar de parte do material citado encontra-se disponível na Biblioteca Ecumênica da Universidade Metodista de São Paulo, campus Rudge Ramos.

Você também pode fazer parte desse mutirão enviando-nos suas produções bíblicas ou as da sua comunidade para bbiblicalatinoamericanams@gmail.com, e elas também serão incluídas no acervo da BBLAMS. Se possível, envie-nos também um exemplar no endereço acima, que ficará disponível na Biblioteca Ecumênica. Por favor, alerte-nos para algum site de interpretação bíblica ou alguma publicação que não tenham sido mencionados por nós.

Enfim, fazemos votos que o projeto Bibliografia Bíblica Latino-Americana Milton Schwantes seja de grande auxílio para sua pesquisa e uma contribuição para o movimento bíblico da América Latina e Caribe, na construção da Pátria Grande.

Literatura judaica

NICKELSBURG, G. W. Jewish Literature Between the Bible and the Mishnah: A Historical and Literary Introduction. 2. ed. Minneapolis: Augsburg Fortress, 2011, 445 p. – ISBN 9780800699154.

Segunda edição revista e aumentada de importante texto, no qual Nickelsburg, professor emérito de religião da Universidade de Iowa, USA – onde lecionou por mais de 30 anos – nos introduz no mundo da literatura apócrifa, pseudepígrafa, Manuscritos do Mar Morto, obras de Flávio Josefo e Fílon de Alexandria. A primeira edição foi publicada em 1981.

In this fully revised and expanded edition, Nickelsburg introduces the reader to the broad range of Jewish literature that is not part of either the Bible or the standard rabbinic works. This includes especially the Apocrypha (such as 1 Maccabees), the Pseudepigrapha (such as 1 Enoch), the Dead Sea Scrolls, the works of Josephus, and the works of Philo.

A Inscrição de Tel Dan analisada por George Athas

A Inscrição de Tel Dan, descoberta em 1993, continua sendo debatida. Dia sim, dia não, o tema está presente nas listas de discussão e nos biblioblogs, como aconteceu em setembro passado.

A tese de doutorado de George Athas, defendida em 1999 e publicada em 2003, com o título de The Tel Dan Inscription: A Reappraisal and a New Interpretation, será relançada em 2006.

Veja uma resenha desta obra, feita por Richard S. Hess, na CBQ – The Catholic Biblical Quarterly – de abril de 2005.

O livro de Athas aborda o tema em sete etapas: 1. uma análise do contexto arqueológico; 2. um estudo do estilo de escrita da inscrição; 3. uma análise epigráfica do texto para discutir leituras controvertidas; 4. uma análise paleográfica dos caracteres para datar o texto; 5. uma discussão da posição em que foram dispostos os fragmentos em relação com sua provável posição original; 6. um estudo da gramática e do vocabulário do texto para clarear sua interpretação e possível tradução; 7. um comentário histórico que procura situar o texto no seu contexto histórico original.