Um retrato de Senaquerib, rei da Assíria

Atualizado em

Estas são notas de leitura do capítulo 1 (Portrait of Sennacherib) do livro de ELAYI, J. Sennacherib, King of Assyria. Atlanta: SBL, 2018, p. 11-27.

 

Aparência física
. há muitas representações de Senaquerib, em várias atitudes e contextosSenaquerib, rei da Assíria de 705 a 681 a. C.
. a maior parte foi encontrada no Palácio Sudoeste, em Nínive
. sua aparência, suas vestes, seus ornamentos, suas armas: tudo muito elegante e refinado
. em muitos aspectos, ele é retratado semelhante a uma divindade
. não é um retrato realista, é um retrato convencional de um rei assírio, é uma imagem idealizada
. como ele era realmente, não sabemos

 

Nome e família
. seu nome Sīn-aḫḫē-erība significa, em acádico, “Sin substituiu os irmãos”
. possivelmente uma referência à morte de todos os seus irmãos antes de seu nascimento
. filho de Sargão II, neto de Tiglat-Pileser III
. quem era sua mãe? Atalia ou Raimâ?
. teve vários irmãos, mais velhos e mais jovens do que ele, e pelo menos uma irmã
. segundo o costume assírio, Senaquerib tinha um harém
. pelo menos duas esposas são conhecidas pelo nome: Tash-mêtu-sharrat e Naqiʾa.
. ambas usaram o título de “rainha” (sēgallu). Tash-mêtu-sharrat foi a primeira, Naqiʾa a sucedeu.
. Naqi’a foi a mãe do sucessor de Senaquerib, Assaradon
. Senaquerib teve pelo menos sete filhos, cujos nomes são conhecidos. Somente uma sua filha é conhecida pelo nome

 

Infância
. nasceu por volta de 745 a.C. e viveu sua infância provavelmente em Nimrud, onde seu pai Sargão II e seu avô Tiglat-Pileser III moravam
. sua educação não foi a de um príncipe herdeiro, porque o sucessor de Tiglat-Pileser III foi Salmanasar V, seu tio
. quando seu pai Sargão II sucedeu ao irmão, ou meio-irmão, Salmanasar V, e ele foi proclamado príncipe herdeiro, é que sua preparação para ser rei deve ter se iniciado

 

Personalidade
. costuma-se deduzir sua personalidade das inscrições, mas estas foram feitas por escribas que usavam um modelo estereotipado aplicado a vários reis
. vê-se aí, entretanto, muito orgulho, alto conceito de si mesmo, inteligência, homem perfeito, com representações de si mesmo em várias localidades do império
. tendo vivido como príncipe herdeiro por mais de 15 anos, ele era um homem experiente quando subiu ao trono
. não sonhava em conquistar o mundo, suas campanhas militares foram para conter revoltas e reconquistar territórios perdidos
. as cruéis punições a que submetia seus inimigos derrotados seguiam um padrão assírio de intimidação e terror psicológico
. aplicou-se muito mais em ser grande construtor e disso se orgulhava
. as campanhas militares eram uma necessidade, as grandes obras eram uma realização
. os relatos de seus feitos como construtor ocupam, com frequência, muito mais espaço nas inscrições reais do que as suas campanhas militares
. as obras em Nínive, que ele transformou na capital do império*, especialmente o “palácio sem rival”, chamado pelos arqueólogos de “Palácio Sudoeste”, são grandiosas
. ele se orgulhava de ter introduzido em seu reino uma série de inovações arquitetônicas, metalúrgicas e hortícolas
. não temos como saber suas crenças pessoais, mas os textos o mostram exaltando os tradicionais deuses assírios, especialmente o deus Assur
. rituais religiosos tradicionais são retratados em suas gravuras, na guerra e na paz
. em suma, Senaquerib queria projetar uma imagem de inteligência, capacidade, justiça, piedade, benevolência e energia

 

Na conclusão do livro, na p. 203, a autora faz uma avaliação do reinado de Senaquerib. Ela começa assim:

Quem exatamente era Senaquerib? Ele era diferente da imagem negativa transmitida a nós através dos séculos, porque atacou Judá e destruiu Babilônia. Ele também era diferente da imagem de propaganda que queria promover através de suas inscrições reais e dos relevos do palácio: uma imagem de inteligência, habilidade, justiça, piedade, benevolência e energia. De fato, essas duas imagens divergentes não são completamente falsas, pois contêm alguns elementos de sua personalidade…

Who exactly was Sennacherib? He was different from the negative image conveyed to us through the centuries because he attacked Judah and destroyed Babylon. He was also different from the propaganda image that he wanted to promote through his royal inscriptions and his palace reliefs: an image of intelligence, ability, justice, piety, benevolence, and energy. In fact, these two converse images are not completely false, as they contain some elements of his personality… (Conclusion: Assessment of Sennacherib’s Reign, in ELAYI, J., o. c., p. 203)

 

* A Assíria teve 4 capitais:

1. Assur: capital da Assíria desde o II milênio a.C. e cidade de grande importância religiosa ao longo de toda a sua história
2. Kalhu (Nimrud), escolhida como capital por Assurnasírpal (reinou de 883 a 859 a.C.)
3. Dur-Sharrukkin (Khorsabad), construída por Sargão II a partir de 713 a.C.
4. Nínive, escolhida como capital por Senaquerib (reinou de 705 a 681 a.C.)

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário