Bíblias Online na Sociedade Bíblica Alemã

No site da Sociedade Bíblica Alemã (Deutsche Bibelgesellschaft) estão disponíveis online, para consulta e cópia de trechos, textos das seguintes edições da Bíblia em línguas originais e traduções antigas:

  • Biblia Hebraica Stuttgartensia
  • Novum Testamentum Graece (ed. Nestle-Aland), 28. Edição
  • UBS Greek New Testament
  • Septuaginta (ed. Rahlfs/Hanhart)
  • Vulgata (ed. Weber/Gryson)

The following editions are currently available:

  • Hebrew Old Testament following the text of the Biblia Hebraica Stuttgartensia
  • Greek New Testament following the text of the Novum Testamentum Graece (ed. Nestle-Aland), 28. Edition and the UBS Greek New Testament
  • Greek Old Testament following the text of the Septuagint (ed. Rahlfs/Hanhart)
  • Latin Bible following the text of the Vulgate (ed. Weber/Gryson)

Folgende Ausgaben stehen Ihnen zur Verfügung:

  • Hebräisches Altes Testament nach dem Text der Biblia Hebraica Stuttgartensia
  • Griechisches Neues Testament nach dem Text des Novum Testamentum Graece (ed. Nestle-Aland), 28. Auflage
  • Griechisches Neues Testament nach dem Text des UBS Greek New Testament
  • Griechisches Altes Testament nach dem Text der Septuaginta (ed. Rahlfs/Hanhart)
  • Lateinische Bibel nach dem Text der Vulgata (ed. Weber/Gryson)
Além dos textos originais, há algumas traduções modernas disponíveis:
:: In addition, you can access the following translations:
  • the German translation following Luther, Revised 1984
  • the English King James translation
  • the English Standard Version (ESV)
  • the NETBible®
:: Hinzu kommen folgende Bibelübersetzungen:
  • die klassische Übersetzung der Lutherbibel 1984, die jeder im Ohr hat,
  • die moderne Gute Nachricht Bibel, die als kommunikative Übersetzung besonders leicht verständlich ist,
  • und die philologisch genaue Menge-Bibel, die besonders nah an den hebräischen und griechischen Grundtexten übersetzt ist.
  • die englische King James Version
  • die NETBible
  • die English Standard Version

:. Estas edições online correspondem às edições impressas oficiais. O download completo dos textos não está disponível.


:. Our online Bibles are the official Internet editions of individual academic biblical texts. They are always the most up to date versions.


:. Unsere Online-Bibeln sind die offiziellen Internet-Ausgaben der jeweiligen Ausgaben. Sie sind immer auf dem aktuellen Stand. Bei allen Bibeln auf diese Website ist die Online-Nutzung kostenlos. Über die Zwischenablage dürfen Sie einzelne Textstellen kopieren und können sie von da in andere Anwendungen einfügen. Der komplette Download des Textes ist hingegen technisch nicht vorgesehen und auch lizenzrechtlich nicht gestattet. Ohne schriftliche Genehmigung der Rechteinhaber ist auch jede anderweitige Veröffentlichung und jede Einbindung in andere Anwendungen untersagt.

Vídeo sobre os falsos códices de chumbo

Tom Verenna, em seu biblioblog The Musings of Thomas Verenna traz um vídeo, de uns 10 minutos, no qual mostra os falsos códices de chumbo que diziam ser do começo do cristianismo e que causaram tanta polêmica a partir de abril deste ano.

Jordan Lead Codices: Exposing the Fakes [Updated] – September 3, 2011 by Tom Verenna

A reação da biblioblogosfera também pode ser vista neste post.

Leia Mais:
Códices de chumbo do começo do cristianismo?
Links para textos sobre os códices de chumbo
Os códices de chumbo na blogosfera

Mês da Bíblia 2011: Êxodo, segundo Mesters e Orofino

MESTERS, C.; OROFINO, F. A Caminhada do Povo de Deus. Os desafios da travessia: Ex 15-18. São Leopoldo: CEBI, 2011, 48 p. – ISBN 9788577331253

Por Luciano Giopato Roncoleta

Carlos Mesters nasceu na Holanda em 20 de outubro de 1931, mas veio para o Brasil em 1949. Cursou Teologia no Angelicum, em Roma, e Ciências Bíblicas no Pontifício Instituto Bíblico de Roma e na École Biblique de Jerusalém. Recebeu o título de Doutor Honoris Causa do Instituto Teológico São Paulo (ITESP). Idealizador do CEBI, Mesters é um dos principais exegetas brasileiros. Francisco Orofino é biblista e educador popular. É também assessor nacional do CEBI e do ISER. Fez doutorado em Teologia Bíblica na PUC-Rio (2000).

Ao apresentar este subsídio, os autores explicam o assunto, o tema, o lema e o objetivo a ser alcançado neste Mês da Bíblia de 2011. Explicam também que a palavra “caminhada”, entendida como travessia de uma situação de opressão para a situação de vida plena, presente no título deste livro, era a mais usada pelos primeiros cristãos para designar o movimento de Jesus e que até hoje esta é a palavra mais usada para designar o movimento de renovação da Igreja através das CEBs. O livro, dizem, tem duas partes: uma curta e uma longa. A curta dá uma visão global da Caminhada do Povo de Deus descrita no Livro do Êxodo; a longa traz oito Círculos Bíblicos que fazem uma Leitura Orante de Ex 15-18 e Ex 20.

:: Na primeira parte do livro, a curta, se mostra como Ex 15-24, em dez capítulos e duas partes, descreve a caminhada o povo após a travessia do mar e, em seguida, a celebração da Aliança entre Deus e o povo no Sinai.

Ora, os casos contados em Ex 15-18 são muito simples, bem populares, às vezes exagerados – quem conta um conto, aumenta um ponto! -, mas não para enganar e sim para mostrar melhor a mensagem que os fatos tinham para a caminhada do povo. E em Ex 19-24 os seis capítulos trazem um roteiro litúrgico no qual o povo celebra tudo aquilo que tinha aprendido na caminhada pelo deserto. No Mês da Bíblia deste ano aprofundaremos a primeira parte – Ex 15-18 (e Ex 20) – desta que os autores chamam de Cartilha da Caminhada do Povo de Deus.

Cartilha que é, como dizem, uma parede nova feita com tijolos velhos. Os tijolos podem ser lá do começo de Israel – séculos XII e XI a.C. – mas a parede foi feita devagar, começando talvez na época do rei Ezequias, no século VIII a.C., continuando na época do rei Josias, século VII a.C., e só terminando lá pelo século V a.C., no pós-exílio, na época de Esdras. Esta Cartilha foi, em Israel, uma das ferramentas mais importantes para animar o povo nas dificuldades, para lembrá-lo de suas origens e da necessidade de manter o compromisso da Aliança. É uma Cartilha que traz o passado para o presente do povo, para mostrar que o êxodo continua acontecendo na sua vida, assim, como nós, ao retomarmos o tema, queremos lembrar que o êxodo acontece sempre, acontece aqui no Brasil hoje.

:: Na segunda parte do livro, a longa, estão os oito Círculos Bíblicos. Olhando para estes textos se vê que, durante a caminhada contada em Ex 15-18, o povo reclama, a toda hora, de Moisés e até de Deus. Quem escreveu o Livro do Êxodo chamou isso de murmuração, que é uma fala em voz baixa, um resmungo. Dizemos: “que sujeito mais resmungão”; ou: “pare de resmungar, menino”! Por isso, nos Círculos é bom a gente ver como eles conseguiram vencer as causas da murmuração, do resmungo, e continuar sua caminhada.

Assim, na lista dos oito Círculos Bíblicos a palavra “murmuração” sempre aparece:

  • Primeiro Círculo: Ex 15,1-21 – a força do canto da vitória vence a murmuração provocada pelo medo
  • Segundo Círculo: Ex 15,22-27 – a luz da Lei de Deus vence a murmuração provocada pela sede
  • Terceiro Círculo: Ex 16,1-36 – a segurança da partilha vence a murmuração provocada pela fome
  • Quarto Círculo: Ex 17,1-7 – a certeza do Deus conosco vence a murmuração causada pela descrença.
  • Quinto Círculo: Ex 17,8-16 – a esperança da oração vence a murmuração causada pelo desânimo
  • Sexto Círculo: Ex 18,1-12 – a união das famílias vence a murmuração causada pela divisão
  • Sétimo Círculo: Ex 18,13-27 – a participação nas decisões vence a murmuração causada pela dominação
  • Oitavo Círculo: Ex 20,1-21 – a liberdade dos mandamentos vence a murmuração causada pelo legalismo.

Para cada Círculo Bíblico os autores propõem a seguinte dinâmica:
Acolhida – preparando o ambiente
1. Vivências da caminhada do povo de hoje – pensar numa situação real e fazer perguntas para despertar a partilha
2. Vivências da caminhada do povo da Bíblia – chave de leitura; leitura lenta e atenta do texto; refletir para enxergar melhor; fazer perguntas que ajudam a descobrir a mensagem para nós hoje
3. Chegar a um compromisso diante de Deus – ligar o ontem com o hoje e orar
4. Uma reflexão para enxergar melhor – subsídio para ajudar a diminuir a distância que nos separa do êxodo no tempo e no espaço: do século XII a.C. para hoje são mais de 3 mil anos, do norte da África para o Brasil são cerca de 12 mil km…

Como todo mundo já sabe, os livros de Carlos Mesters – aqui com Francisco Orofino – são escritos em uma linguagem clara, fácil, prática, que cativa o leitor já no primeiro parágrafo. Não são invenções teológicas amargas enfiadas à força na goela do povo, pois a preocupação é sempre ler a vida com a ajuda da Bíblia e não a Bíblia com a ajuda da vida.

Ou, dizendo de outro modo: estimulado pelos problemas da realidade (pré-texto), o povo busca uma luz na Bíblia (texto), que é lida e aprofundada dentro da comunidade (con-texto). O pré-texto e o con-texto determinam o “lugar” de onde se lê e interpreta o texto. Sobre este método, as pessoas interessadas podem ler mais aqui.

Leia Mais
Carlos Mesters no Observatório Bíblico e na Ayrton’s Biblical Page

NT Blog de Mark Goodacre comemora hoje 8 anos

O NT Blog de Mark Goodacre está comemorando hoje seu oitavo aniversário.

Mark Goodacre com seu blog foi uma inspiração para muitos de nós, biblioblogueiros.

Eu chamei a atenção para isso, no meu caso, em entrevista a Jim West feita em setembro de 2006:

Quando comecei a ler sistematicamente os biblioblogs de Mark Goodacre, James Davila e o seu [Jim West], foi que surgiu a ideia de começar o meu próprio blog

Parabéns Mark Goodacre. Ou, como costumam dizer em inglês: Happy blogiversary!

What we do in life echoes in eternity… O que fazemos em vida ecoa na eternidade (Gladiator – O Gladiador).

Leia Mais:
Recuperação das entrevistas dos biblioblogueiros
O que é um biblioblog?
Jim Davila fala sobre os biblioblogs no século XXI
Um blog é uma ferramenta democrática

Mensagem de Dom Jacinto Bergmann para o Mês da Bíblia 2011

Dom Jacinto Bergmann, Arcebispo de Pelotas e Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética divulgou a seguinte mensagem para o Mês da Bíblia 2011:

Mês de Setembro para a nossa Igreja no Brasil já é, por uma bonita tradição, sinônimo de MÊS DA BÍBLIA. O grande São Jerônimo, presbítero e doutor, cuja memória celebramos no final do mês de setembro, dia 30, nos motivou desde o início e motiva ainda hoje para a dedicação do mês de setembro inteiro para ser o da Bíblia. Sabemos da importância do trabalho bíblico de São Jerônimo realizando a tradução da Vulgata; e sua frase é emblemática: “Desconhecer as Escrituras é desconhecer o Cristo”.

Também já é uma bonita tradição, a CNBB, através da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética, oferecer um tema para o Mês da Bíblia para o estudo, a reflexão, a oração e a vivência da Palavra de Deus. O tema pode girar ou em torno de trechos bíblicos, ou de um Livro bíblico, ou até de um conjunto de Livros bíblicos. A escolha do tema para o Mês da Bíblia deste ano de 2011, concentrou-se no trecho do Livro do Êxodo, capítulos 15,22 a 18,27, que é conhecido como o “Livro da Travessia”. É necessário olharmos as etapas da travessia desértica do Povo de Deus, saindo do Egito e buscando a Terra Prometida: as dificuldades enfrentadas pelo Povo de Deus, tanto os problemas da natureza, quanto os desafios oriundos pela convivência humana, criaram a necesidade de enraizar e vivenciar a fé, a esperança e o amor em Deus. Queremos aprender com o Povo de Deus a realizarmos a nossa travessia de discipulado e missão. Eis, pois, o tema tão propício para o Mês da Bíblia de 2011: “Travessia, passo a passo, o caminho se faz”. Mas, o fundamental em tudo isso, é estar próximo ao Senhor Deus. Assim, do capítulo 16, versículo 9, é tirado também o lema: “Aproximai-vos do Senhor”.

Vamos viver intensamente o Mês da Bíblia em todas as nossas comunidades cristãs espalhadas pelo território nacional. Que bom que temos um Subsídio elaborado pela Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética, que, usado em nossos Grupos Bíblicos, nos ajudará a conhecer e interpretar, a comungar e orar, a evangelizar e proclamar a Palavra de Deus e assim caminharmos sempre mais para uma verdadeira ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORAL, formando entusiastas discípulos missionários de Jesus Cristo.

Fonte: CNBB – 01 de setembro de 2011 09:41

Leia Mais:
Mês da Bíblia 2011: Ex 15,22-18,27 – Um
Mês da Bíblia 2011: Ex 15,22-18,27 – Dois
Mês da Bíblia 2011: subsídios apresentados pelos alunos
Alguns comentários do Livro do Êxodo